LCE

 

Português English
Laboratório de Caracterização Estrutural
DEMa / UFSCar
Microscopia Eletrônica e Difração de Raios X

Histórico do LCE


   O Laboratório de Caracterização Estrutural (LCE) do Departamento de Engenharia de Materiais (DEMa) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), é um laboratório tipicamente multidisciplinar, aberto aos pesquisadores de todos os departamentos da UFSCar, de outras universidades da região, do estado de São Paulo e do país.

   Criado em 1976 para atender aos projetos e trabalhos de pesquisa desenvolvidos no âmbito do DEMa, o LCE tem no momento mais de 150 usuários treinados a operarem nossos equipamentos e mais 130 usuários, ainda não treinados ou usuários esporádicos, para os quais o pessoal técnico do LCE realiza as análises. Em ambos os casos inclui-se professores e pesquisadores, alunos de graduação e de pós-graduação e profissionais de empresas que atuam predominantemente na área de materiais.

   Diversos programas institucionais em apoio ao desenvolvimento científico e tecnológico brasileiro participaram na criação e no aperfeiçoamento do LCE. O primeiro microscópio eletrônico de varredura da Cambridge (atualmente desativado) foi instalado em 1977, através do Projeto BID-FINEP 361. O primeiro microscópio eletrônico de transmissão da JEOL (ainda em operação) foi adquirido em 1980, através do projeto BID-FINEP 327. Ao mesmo tempo, recursos da CBMM foram utilizados para iniciar a preparação de amostras metálicas para a microscopia de transmissão.

   Após esta etapa pioneira, o próximo salto de relevância ocorreu em 1989, através do projeto "Modernização do Laboratório de Microscopia Eletrônica (LME) do DEMa/UFSCar", financiado pelo Programa Setorial de Microscopia Eletrônica (PSME) sob administração das agências FINEP e CNPq. Este projeto foi aprovado graças ao reconhecimento do laboratório, por este Programa Setorial da FINEP, como um “Centro Nacional de Referência em Microscopia Eletrônica“. Nesta etapa, foram adquiridos dois novos microscópios eletrônicos, um de varredura e um de transmissão (este, com suporte adicional da FAPESP), com ênfase nas suas capacidades analíticas (micro-análise de raios-X por energia dispersiva). A seguir, recebemos apoio do Programa FAPESP de Infra-estrutura, na Fase I, com ênfase no aumento de espaço físico do LCE, na Fase II, com ênfase na preparação de amostras para microscopia eletrônica de transmissão e em 1996, na Fase 3 - módulo 1, equipamentos especiais multiusuários, quando foi adquirido nosso microscópio eletrônico de varredura de alta resolução, FEG, que ainda é o equipamento mais utilizado do LCE.

   Através do projeto de Equipamentos Multiusuários da FINEP “Caracterização Nanoestrutural de Materiais” aprovado em junho de 2006, complementamos nossa estrutura de microscopia de transmissão, com a aquisição de um moderno microscópio de transmissão de 200kV FEG HRTEM-analítico.

  Finalmente, em setembro de 2011, com o apoio da FAPESP e CAPES (programa Pró-equipamento) disponibilizamos para uso, os seguintes novos equipamentos: Microscópio eletrônico de varredura MEV-FEG FEI Magellan 400L e sistema de microanálise (FAPESP programa EMUs); Sistema de EBSD  (FAPESP EMUs), acoplado a um MEV FEI-INSPECT  S50 e Microscópio MultiMode 8 SPM Brucker com módulos AFM, STM, MFM, EFM e outros (FAPESP EMUs); e Fluorescência de raios X Shimadzu EDX 720 (CAPES Pro-equipamentos).

   Uma das características mais marcantes do LCE é o seu programa de formação de microscopistas eletrônicos, através, principalmente, das atividades rotineiras de treinamento, que são projetadas para permitir que os usuários sejam os próprios operadores dos equipamentos. Esta filosofia que foi pioneira no Brasil (e talvez seja ainda única!) foi implementada a partir de 1985, o que tem permitido que um número formidável de estudantes e pesquisadores (de todos os níveis, inclusive de graduação) aprenda e utilize com qualidade e responsabilidade as sofisticadas técnicas de microscopia eletrônica de varredura e de transmissão.

    Neste aspecto somos certamente o único laboratório da área de microscopia eletrônica do Brasil, que atua de modo aberto e multidisciplinar, contando, além disso, com uma das melhores infra-estruturas laboratorial do país.

 
© 2011 - LCE - DEMa / UFSCar - Todos os direitos reservados.