LCE

 

Português English
Laboratório de Caracterização Estrutural
DEMa / UFSCar
Microscopia Eletrônica e Difração de Raios X

FAPESP - EMU


Plano de gestão do uso do Equipamento Multiusuário FAPESP - Microscópio eletrônico de varredura de resolução sub-nanométrica e microscópio de varredura de sonda
(Processo 09/53929-1)

   O plano de gestão do uso dos equipamentos EMU do LCE é baseado na prática de uso de equipamentos multiusuários, já consolidada no LCE.

   O funcionamento rotineiro do LCE é garantido pela equipe principal, constituída pelo Coordenador, Vice-Coordenador e os técnicos e estagiários responsáveis pela operação, treinamento de usuários e manutenção dos equipamentos.

   Os usuários do LCE são credenciados para utilização dos equipamentos, com a comprovação da necessidade e do tipo de serviço, através da apresentação do projeto de pesquisa em andamento, financiado por órgãos públicos, quando então são cadastrados como usuários com preço subsidiado.

   O subsídio ao custo de utilização dos equipamentos quando se trata de projetos de pesquisa é possível através da atuação constante dos pesquisadores responsáveis pelo LCE, em submeter projetos individuais de reparos específicos dos equipamentos e do apoio parcial do DEMa-UFSCar e do PPG-CEM-UFSCar, que reconhecem a qualidade e regularidade do serviço prestado pelo LCE aos seus alunos, pesquisadores e professores.

   Os demais usuários, não associados a uma atividade de pesquisa, também são atendidos, porém através do pagamento do “preço cheio” que inclui o preço total de manutenção dos equipamentos.

   A utilização dos equipamentos é cobrada para todos os usuários treinados e cadastrados, sejam eles internos ou externos ao DEMa e à UFSCar, todos seguindo a mesma política de preços. Portanto, a viabilização da manutenção dos equipamentos do LCE continuará a ser realizada do mesmo modo atual, ou seja, parte pela cobrança de utilização de cada microscópio, e parte pelo apoio institucional que recebemos do DEMa-UFSCar e do PPG-CEM-UFSCar.

   Os serviços solicitados podem ser efetuados por nosso pessoal técnico, ou pelo próprio usuário, que recebe um treinamento específico para cada tipo de equipamento. Na solicitação de serviços, o usuário especifica se precisa de um operador do LCE ou se já é credenciado para operação independente, e efetua a reserva de horário concordando com o pré-orçamento que lhe é apresentado.

   Toda a reserva de horário para os usuários credenciados poderá ser efetuada diretamente por internet através do página web do LCE (http://lce.nit.ufscar.br).

   Para garantir que todos os usuários tenham a mesma oportunidade de utilização, cada usuário tem o direito de reservar 04 horas de equipamento e somente realizar nova reserva após a utilização do horário anterior.

   Desistência de reserva deve ser comunicada ao LCE até 24 horas do início da reserva, para que haja tempo de outro usuário utilizar o horário desistente.

   Caso isto não seja feito, o horário é cobrado do usuário que não compareceu, a não ser que seja justificado por algum motivo de força maior.

   Para garantir a operacionalidade dos novos equipamentos do projeto EMU da FAPESP, estes também serão incluídos em nosso programa de treinamento mensal na área de microscopia eletrônica, que abrange desde a preparação adequada de amostras até a operação completa dos equipamentos. Este treinamento é fortemente recomendado para usuários rotineiros do LCE, uma vez que o custo de utilização dos equipamentos quando operados por nossos técnicos tem um aumento após 16 horas de operação para um mesmo usuário. Esta metodologia visa otimizar o uso dos equipamentos, liberando nosso pessoal para o suporte técnico em geral e para atuar como operador preferencialmente para os usuários esporádicos (e que, portanto não têm interesse no treinamento) ou usuários que estão iniciando suas atividades no LCE.

   Como incentivo adicional aos projetos associados, complementares e agrupados pela FAPESP à época da aprovação dos EMUs, não será cobrada a taxa de utilização dos novos equipamentos para os pesquisadores e alunos envolvidos com esses projetos durante o período de garantia dada pelos fabricantes, e durante o restante dos 07 anos será cobrado somente 50% dos custos praticados pelo LCE.

   Especificamente para os usuários pertencentes aos dois projetos da USP – São Carlos (EESC e IFSC), conforme acordado com a FAPESP, os mesmos terão uso prioritário em 03 períodos de 04 horas por semana (30% do tempo), que serão definidos pela Conselho de Usuários (descrito abaixo). Caso os horários não venham a ser utilizados, o LCE liberará o uso para outros usuários que assim desejarem, conforme descrito anteriormente no tocante à reserva de equipamentos. Para o caso de excedente de horário, valem as mesmas regras que se aplicam aos nossos usuários normais e também aos que apoiaram o projeto originalmente.

   Finalmente, para o caso específico dos equipamentos multiusuários da FAPESP, será formado um Conselho de Usuários com a função de fiscalizar a utilização dos equipamentos, assegurar o bom andamento do plano de gestão do LCE-EMUs e propor modificações, se necessárias, para melhor atender às demandas de todos os projetos envolvidos em nossa proposta e dos demais usuários que necessitem das técnicas a serem disponibilizadas.

   O Conselho de Usuários será constituído por:

   (a) 02 membros do LCE, indicados pelo Diretor do CCET.

  (b) 04 membros representantes os projetos que apóiam a presente solicitação; ou seja, 02 membros do DEMa-UFSCar, indicados pelos responsáveis dos 02 projetos que apoiaram inicialmente nossa proposta, e 02 membros da USP, indicados pelos responsáveis pelos projetos que agrupados pela FAPESP à este projeto.

Walter José Botta Filho

 
© 2011 - LCE - DEMa / UFSCar - Todos os direitos reservados.